Meio Ambiente

Flagrante da falta de segurança na coleta de lixo em Mandaguaçu

Coleta de lixo em Mandaguaçu.

Coleta de lixo em Mandaguaçu.

O flagrante da coleta do lixo urbano de Mandaguaçu, na tarde desta sexta-feira (27), levanta a discussão sobre a segurança dos garis.  A coleta do lixo urbano, principalmente em cidades pequenas, na maioria das vezes é realizada pelas prefeituras. No município de Mandaguaçu, a responsabilidade da coleta é do Departamento de Obras.

No flagrante de hoje, os garis são vistos em um caminhão caçamba, expostos ao contato com o lixo coletado. Além do transporte impróprio, os garis não utilizam todos os Equipamentos de Proteção Individual-EPI (botas adequadas, macacão, ou roupa apropriada com manga longa, luvas, máscaras, óculos protetores, etc.). Os garis são os que mais sofrem com a variada combinação de riscos ocupacionais nessa atividade insalubre da coleta porta a porta.

O Departamento de Obras informou que os dois caminhões coletores disponíveis na cidade quebraram ao final da tarde de ontem (26). Segundo o departamento de obras,  esta não é uma situação corriqueira e na verdade nunca aconteceu. “Não existe descaso com os trabalhadores, apenas eles mesmos optaram por realizar o serviço desta maneira, para não atrasar o serviço e deixar de recolher o seu lixo diário.” De acordo com o Departamento de Obras, hoje (27), após o almoço, os caminhões coletores voltaram a circular pela cidade.

Mandaguaçu pode ficar sem água neste sábado

torneiraNeste sábado (18), o aumento no consumo de água provocado pelo forte calor poderá interromper, na parte da tarde, o abastecimento em Mandaguaçu, afetando toda a cidade e, também, a Vila Guadiana. A previsão é a de que o fornecimento de água seja normalizado à noite.

Clientes que não possuem caixa-d’água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

A Sanepar pede a colaboração de todos e orienta para que a população utilize a água com racionalidade, evitando desperdícios.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar na cidade é feito pelo telefone 115, que funciona 24 horas.

Mais um adolescente morre afogado em Mandaguaçu

Na tarde de hoje (10), um adolescente de 14 anos morreu afogado em uma represa no município de Mandaguaçu. O fato ocorreu no bairro Moreschi em uma represa próxima do pesqueiro Rufato. O adolescente, Mikael Vitor Gonsalves, morreu ao tentar atravessar a represa. Segundo informações de testemunhas que estavam no local, ao chegar no meio da represa, Mikael começou a afogar-se.

Os jovens que estavam no local tentaram salvar Mikael, e buscaram por ajuda. O corpo do adolescente só foi encontrado após duas horas de busca. É a segunda morte por afogamento em menos de 10 dias em Mandaguaçu.

No último dia 2 de janeiro, um adolescente de 14 anos também morreu afogado em Mandaguaçu. O fato ocorreu em um fundo de vale no Recanto dos Ipês.

PROTESTO: Morador planta bananeira em rua de Mandaguaçu

Morador planta bananeira nos buracos das ruas de Pulinópolis

Morador planta bananeira nos buracos das ruas de Pulinópolis

Cansado de esperar que a Prefeitura de Mandaguaçu desse jeito aos inúmeros buracos que tomam conta das ruas do distrito de Pulinópolis, em Mandaguaçu, um morador apelou para uma forma divertida e irônica de protestar: plantou um pé de banana em um dos buracos existentes.

Confira a previsão do tempo para o final de semana em Mandaguaçu

Instituto Tecnológico Simepar

Instituto Tecnológico Simepar

Homem é flagrado com caça, armas e munições em Mandaguaçu

Foto:Divulgação/PM Ambiental

Foto:Divulgação/PM Ambiental

A Polícia Militar (PM) Ambiental de Maringá apreendeu carne de caça, armas e munições que estavam com um homem flagrado em patrulhamento em Mandaguaçu  na noite de sexta-feira (30).

Segundo a PM Ambiental, as apreensões ocorreram por volta das 20h, por meio das ações desenvolvidas na Operação Agosto Seguro. Em uma estrada rural de Mandaguaçu, houve abordagem de um Ford Del Rey que transportava uma espingarda calibre .28/70 e quatro munições intactas. Ao ser indagado, o proprietário relatou que habitualmente pratica caça e possui dois pontos de “ceva”, próximo ao córrego de Atalaia (a 52 quilômetros de Maringá), junto a uma vegetação, que são utilizados para trato e abate de animais silvestres. Além disso, o rapaz relatou também que possuía, na residência dele, carne de caça abatida em dia anterior.

Em seguida, os policias foram até a casa do indivíduo, que apresentou mais duas espingardas sem marca – uma calibre .32 e outra de dois canos, grande quantidade de cartuchos de diversos calibres e vários petrechos utilizados na recarga destas munições. Foi encontrada ainda uma espingarda de pressão de fabricação chinesa. Dentro do freezer do detido, havia uma parte de animal abatido, que o acusado disse que se tratava de carne de paca.

O cidadão recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com as armas e todos os demais materiais à delegacia de Polícia Civil de Mandaguaçu, onde ficou preso. O mesmo responderá por porte ilegal de arma de fogo, segundo estatuto do desarmamento, assim como pelo crime de caça tipificado na lei de crimes ambientais nº 9.605/98.

Informações: O Diário – Larissa Ayumi Sato

O depósito de entulhos de Mandaguaçu

9362266194_efa4a621ee (1)Segundo o site Angelo Rigon o lote de terras 127-Rem, matrícula 5939, localizado na Gleba Patrimônio Guadiana, em Mandaguaçu, próximo da rodovia BR-376, apesar de cercado com arame farpado e com colocação de placa de proibição, continua registrando lançamento de lixo. Segundo a publicação, essa área se havia convertido num depósito irregular de entulhos e outros resíduos urbanos.

Moradores registram geada em Mandaguaçu

Gramado da rua São Pedro, coberto de gelo na manhã de hoje em Mandaguaçu - Foto: Maria Zanardo Vieira

Gramado da rua São Pedro, coberto de gelo na manhã de hoje em Mandaguaçu – Foto: Maria Zanardo Vieira

1044916_494567857291444_657078376_n

Carro amanheceu coberto de gelo. Foto: Gleber Netto

O frio chegou aos municípios da região noroeste do Paraná. Na manhã de hoje (24), foi registrada em Mandaguaçu geada em alguns pontos da cidade. Com as temperaturas em queda, a média da umidade relativa do ar em todo o estado, deve ficar em torno dos 90%.

Em Mandaguaçu, entre 7h e 8h desta quarta-feira (24) a temperatura chegou a registrar 1º C no centro da cidade. Em Maringá, foi registrado -0,5ºC entre 7h e 8h de hoje. Foi a menor temperatura registrada pelo Instituto Tecnológico Simepar em Maringá desde 1997.

Moradores registram momento da captura de cobra cascavel em Mandaguaçu

943609_208758435938343_635932307_n

Na noite de ontem (11), dezenas de pessoas se reuniram no Jardim Europa em Mandaguaçu. O motivo: uma cobra cascavel de 1,5m, apareceu em uma das ruas do bairro. Os moradores registraram a captura do animal pela Polícia Militar Ambiental.

A moradora Selma Gomes, de 42 anos, disse que o aparecimento do animal é fruto do descaso com as datas vazias. ” O mato está muito alto e a sujeira é grande.”

 

Cobra cascavel é capturada em Mandaguaçu

Ilustração

Ilustração

Na noite de ontem, segunda-feira (10), a Polícia Militar Ambiental capturou uma cobra cascavel, de 1,5 m, no Jardim Europa em Mandaguaçu.

Segundo a moradora Selma Gomes, o animal foi encontrado por volta das 19h, e estava em frente à uma das casas.

A Polícia Militar Ambiental foi chamada e realizou a captura do animal.