Trânsito

MANDAGUAÇU: Motociclista morre em colisão frontal com carreta na BR-376

 

Foto: Maringá Manchete

Foto: Maringá Manchete

Um motociclista de 22 anos morreu em uma colisão frontal com uma carreta no início da tarde desta sexta-feira (5) na BR-376. O acidente aconteceu por volta das 12h30 no trecho urbano da rodovia, no trevo de Mandaguaçu.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima Everton de Souza Belini trafegava no sentido Maringá a Mandaguaçu. Após a batida frontal, o motociclista acabou atropelado pela carreta que estava carregada com álcool.

Aos policiais rodoviários, o condutor da carreta com placas de Maringá disse que o motociclista surgiu repentinamente e não houve tempo para frear.

Ainda segundo a PRF, a vítima era morador de Mandaguaçu. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá.

Durante o atendimento do acidente o tráfego ficou lento no local, mas a pista não chegou a ser interditada.

O Diário

Duplicação da BR-376 em Mandaguaçu inclui a construção de 5 viadutos

viapar

Viaduto na BR-376, no trevo principal da cidade de Mandaguaçu.

A duplicação de 22,6 quilômetros da BR-376, entre Mandaguaçu e Nova Esperança, na região de Maringá, foi anunciada pela concessionária de rodovias Viapar, que apresentou o projeto a vereadores e comerciantes de Nova Esperança. A empresa informou que a obra, orçada em R$ 130 milhões, terá início em janeiro de 2015 e deverá ser concluída em dezembro de 2016.

De acordo com a Viapar, que administrada a rodovia, no trecho serão construídos 10 viadutos que vão atender “uma antiga demanda dos municípios por segurança” nos trevos de Atalaia, Presidente Castelo Branco, Mandaguaçu e Nova Esperança.

A entrada das cidades será por baixo da rodovia. Somente em Mandaguaçu serão cinco viadutos. “Anos atrás, quando houve a duplicação entre Mandaguaçu e Maringá, tivemos um salto no desenvolvimento da cidade com a facilidade no acesso. Agora, nesta primeira etapa até Nova Esperança vai melhorar bastante e no futuro até Paranavaí, ainda mais. Sem contar que desafogará o trânsito na rodovia. Acredito que os acidentes na rodovia deverão reduzir substancialmente”, disse o prefeito de Mandaguaçu, Ismael Ibrahim Fouani (PSD).

O prefeito de Nova Esperança, Gerson Zanusso (PSD), avaliou de forma positiva o projeto da concessionária. “A duplicação é uma grande conquista para os moradores e com certeza vai melhorar a segurança de todos”, diz.

A apresentação do projeto contou com imagens em 3D, o que possibilitou entender a obra com com mais detalhes, principalmente nas vias de acessos às cidades que a rodovia corta.

Um desses locais, o trevo de Atalaia, é uma das prioridades do projeto, uma vez que “muitos acidentes têm ocorrido no trecho”, conforme a assessoria da concessionária., que não informou a quantidade.

O projeto ainda poderá passar por alterações por conta do diálogo com os municípios. Mas de acordo com o presidente da Viapar, Marcelo Stachow Machado, o interesse público se sobrepõe ao privado e nem sempre o projeto agradará a todos. “Ouvimos a comunidade e as alterações possíveis poderão ser repassadas ao DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná)”, explica.

A obra contempla ainda uma passarela em Presidente Castelo Branco, seis retornos em nível, implantação ou melhorias de vias marginais em Mandaguaçu, Presidente Castelo Branco e Nova Esperança. No total, de acordo com a Viapar, serão utilizadas 72 mil toneladas de massa asfáltica, 54 km de canaletas para esgotamento de água, 5,4 km de bueiros e 470 metros quadrados de placas para sinalização vertical.

MOVIMENTO
8.500 É a média de veículos que passam diariamente pela praça de pedágio de Presidente Castelo Branco, segundo a Viapar.

POSSIBILIDADE
“Ouvimos a comunidade e as alterações possíveis poderão ser repassadas ao DER-PR .”
MARCELO STACHOW MACHADO
Presidente da Viapar

O DIÁRIO

Com 1,5 MILHÃO do Governo do Estado, é iniciado o recape da estrada de Pulinópolis

Teve início na última quarta-feira (02), o recape da rodovia que liga a cidade de Mandaguaçu ao distrito de Pulinópolis. A obra que era aguardada há mais de um ano, conta com investimento de R$ 1.499.989,82 da Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado do Paraná e R$ 74,992,00 da Prefeitura de Mandaguaçu. A empresa que venceu a licitação é a EXTRACON Mineração e Obras Ltda.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura do Paraná, a extensão da obra é de  9.900 metros.

Caminhão carregado com porcos tomba na PR-552 em Mandaguaçu

Foto: Maringá Alerta

Um caminhão que transportava porcos tombou na tarde de hoje (15), por volta das 17h, na PR-552 em Mandaguaçu. Segundo informações, o motorista perdeu o controle do veículo e ficou gravemente ferido com o tombamento do caminhão. Preso entre as ferragens, o motorista recebeu os primeiros atendimentos pela equipe de saúde de Mandaguaçu e em seguida, pelo Corpo de Bombeiros de Maringá. Em estado grave, o motorista foi encaminhado pelo SIATE ao hospital.

Carro pega fogo na Avenida Munhoz da Rocha em Mandaguaçu

Um carro pegou fogo, na madrugada de hoje  (01), na Avenida Munhoz da Rocha em Mandaguaçu, próximo ao Posto Triângulo. O Fiat Pálio, com placas de Maringá, ficou totalmente destruído. As chamas se espalharam por todo o veículo e a fumaça tomou conta da região. O  Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e conteve o incêndio. Ainda não se sabe a causa do incidente.

 

Motociclista morre ao ser atingido por pickup na PR-552

Um motociclista de 17 anos que estava parado às margens da PR-552 morreu ao ser atingido por uma Fiat Strada em Ourizona (a 34 quilômetros de Maringá) no início da noite de segunda-feira (26).

Conforme a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Floresta (a 28 quilômetros de Maringá), o acidente ocorreu por volta das 18h, no km 8 da rodovia, entre Mandaguaçu e Ourizona. Os veículos envolvidos são uma pickup de placa de Mandaguaçu, que atingiu a Honda NXR 125 de placa de Ourizona, guiada por Diego Oliveira do Prado, de 17 anos, que estava estacionado em uma estrada rural às margens da rodovia.

O adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá.

O DIÁRIO

Mandaguaçu registra mais um acidente com motocicleta na Munhoz da Rocha

Na tarde de hoje (16), por volta das 15h45, a cidade de Mandaguaçu registrou mais um acidente com motocicleta na Avenida Munhoz da Rocha. Celso dos Santos, de 38 anos, pilotava uma motocicleta quando colidiu com a rotatória da Avenida Munhoz da Rocha, próximo ao antigo Posto Abelhão. Segundo informações, com o impacto, Celso foi arremessado por cerca de 10 metros. A vítima recebeu os primeiros atendimentos e foi encaminhada pelo SIATE ao Hospital Universitário de Maringá.

Em Mandaguaçu, prefeitura pinta vaga de cadeirantes em lombada

10361391_760639970647155_8114651822920851427_nA vaga foi criada em frente ao Asilo São Vicente de Paulo em Mandaguaçu.
A pergunta é: Qual a acessibilidade para um cadeirante, uma vaga em uma lombada e sem rampa de acesso para a calçada?

MANDAGUAÇU: Acidente entre carro e moto deixa jovem ferido na BR-376

images (5)Na tarde de hoje (09), um motociclista ficou levemente ferido na BR-376, próximo ao trevo de acesso à Mandaguaçu. O motociclista,Anderson Santos, de 29 anos, colidiu com um automóvel FIAT Uno. Segundo testemunhas, o casal que estava no FIAT, fugiu do local do acidente. O motociclista foi atendido pela equipe de socorro da Viapar e encaminhado para o hospital em Maringá.

MANDAGUAÇU: Jovem gravemente ferido em mais um acidente na Munhoz da Rocha

giroflex_bombeiros_foto_jornal_de_lavrasNa tarde de hoje (26), por volta das 14h, ocorreu mais um acidente entre carro e moto no centro de Mandaguaçu. O acidente foi no cruzamento da  Avenida Munhoz da Rocha com a rua Bernardino Bogo (Calçadão). É o segundo acidente na avenida Munhoz da Rocha em menos de 24 horas.

Segundo informações disponibilizadas pelo Corpo de Bombeiros, o acidente foi entre Luiz Ricardo Mansano (21) que conduzia uma Yamaha XT-600, e Ben-Hur Marques Boska que conduzia uma caminhonete Chevrolet S-10.

Luiz Ricardo foi encaminhado com ferimentos graves ao Hospital Santa Rita em Maringá, porém, sem risco de morte.