caminhão

Flagrante da falta de segurança na coleta de lixo em Mandaguaçu

Coleta de lixo em Mandaguaçu.

Coleta de lixo em Mandaguaçu.

O flagrante da coleta do lixo urbano de Mandaguaçu, na tarde desta sexta-feira (27), levanta a discussão sobre a segurança dos garis.  A coleta do lixo urbano, principalmente em cidades pequenas, na maioria das vezes é realizada pelas prefeituras. No município de Mandaguaçu, a responsabilidade da coleta é do Departamento de Obras.

No flagrante de hoje, os garis são vistos em um caminhão caçamba, expostos ao contato com o lixo coletado. Além do transporte impróprio, os garis não utilizam todos os Equipamentos de Proteção Individual-EPI (botas adequadas, macacão, ou roupa apropriada com manga longa, luvas, máscaras, óculos protetores, etc.). Os garis são os que mais sofrem com a variada combinação de riscos ocupacionais nessa atividade insalubre da coleta porta a porta.

O Departamento de Obras informou que os dois caminhões coletores disponíveis na cidade quebraram ao final da tarde de ontem (26). Segundo o departamento de obras,  esta não é uma situação corriqueira e na verdade nunca aconteceu. “Não existe descaso com os trabalhadores, apenas eles mesmos optaram por realizar o serviço desta maneira, para não atrasar o serviço e deixar de recolher o seu lixo diário.” De acordo com o Departamento de Obras, hoje (27), após o almoço, os caminhões coletores voltaram a circular pela cidade.

MANDAGUAÇU: Motociclista morre em colisão frontal com carreta na BR-376

 

Foto: Maringá Manchete

Foto: Maringá Manchete

Um motociclista de 22 anos morreu em uma colisão frontal com uma carreta no início da tarde desta sexta-feira (5) na BR-376. O acidente aconteceu por volta das 12h30 no trecho urbano da rodovia, no trevo de Mandaguaçu.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima Everton de Souza Belini trafegava no sentido Maringá a Mandaguaçu. Após a batida frontal, o motociclista acabou atropelado pela carreta que estava carregada com álcool.

Aos policiais rodoviários, o condutor da carreta com placas de Maringá disse que o motociclista surgiu repentinamente e não houve tempo para frear.

Ainda segundo a PRF, a vítima era morador de Mandaguaçu. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá.

Durante o atendimento do acidente o tráfego ficou lento no local, mas a pista não chegou a ser interditada.

O Diário

Caminhão carregado com porcos tomba na PR-552 em Mandaguaçu

Foto: Maringá Alerta

Um caminhão que transportava porcos tombou na tarde de hoje (15), por volta das 17h, na PR-552 em Mandaguaçu. Segundo informações, o motorista perdeu o controle do veículo e ficou gravemente ferido com o tombamento do caminhão. Preso entre as ferragens, o motorista recebeu os primeiros atendimentos pela equipe de saúde de Mandaguaçu e em seguida, pelo Corpo de Bombeiros de Maringá. Em estado grave, o motorista foi encaminhado pelo SIATE ao hospital.

Criança morre atropelada por carreta no distrito de Iguatemi

Foto: João Paulo Santos

Foto: João Paulo Santos

Uma criança de 11 anos morreu após ser atropelada por uma carreta na tarde desta quinta-feira (6) no distrito de Iguatemi, em Maringá. O acidente aconteceu por volta das 15h40 na Rua dos Pioneiros, no Jardim Marajoara, a aproximadamente 20 metros da casa do avô da vítima. O motorista do caminhão – cujo nome não foi revelado pela polícia – será indiciado por homicídio culposo.

A estudante Roberta Organhi Nicoletti estava a caminho da casa do avô Antônio Organhi, 65 anos, – como fazia todas as tardes – quando foi atropelada pela carreta (placa AKC-7735 de Maringá) de propriedade da Usina Santa Terezinha. Ela foi atingida ao tentar cruzar a rua e morreu na hora. No asfalto, as marcas de frenagem por cerca de 20 metros apontam que o motorista tentou frear e desviar da garotinha, porém não conseguiu evitar o choque.

Os pais de Roberta chegaram minutos após o acidente e ficaram desesperados ao se depararem com o corpo da filha no asfalto. A morte da menina também comoveu e revoltou os moradores do bairro, que reclamam do abuso de velocidade dos motoristas na via, uma das principais de acesso a Usina Santa Terezinha.

“Isso é uma pista de corrida dia e noite, alguém precisa fazer alguma coisa para acabar com isso”, desabafou o aposentado Cládio Nicoletti, 49 anos, tio da vítima. Segundo ele, os moradores já solicitaram à Prefeitura de Maringá a implantação de quebra-molas, porém ainda não foram atendidos, mesmo com o registro de outros acidentes com mortes no local.

Bastante emocionado, o avô de Roberta contou que a maioria dos motoristas não respeita o limite de velocidade da rua, que é de 40 km/h de acordo com as placas de sinalização. “Ninguém obedece o limite de velocidade, eu moro aqui e vejo os abusos. Quase todo mundo anda a mais de 60 km/h”, relatou o aposentado.

O corpo de Roberta foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá.

Em contato telefônico, o secretário de Trânsito e Segurança (Setrans) de Maringá, capitão Ideval de Oliveira, disse desconhecer a solicitação de moradores do distrito pela implantação de quebra-molas na Rua Pioneiros, mas garantiu que tomará providências.

“Vou pedir para uma equipe de agentes de trânsito realizar a aferição da via com radar móvel já na manhã desta sexta-feira, e se confirmarmos abuso de velocidade certamente serão tomadas providências para que o limite seja respeitado pelos motoristas como, por exemplo, a instalação de um radar no local”.

O DIÁRIO

Lixo acumulado nas ruas revolta população em Mandaguaçu

Em Mandaguaçu, moradores estão revoltados com a falta da coleta do lixo. Em áreas da cidade a coleta não é realizada há uma semana. O acúmulo de lixo é visto nas casas, no comércio e até mesmo nos órgãos públicos. Na esquina da Escola Municipal Santo Carraro, vários sacos de lixo estão amontoados aguardando a coleta.

“É uma vergonha para a nossa cidade viver nesta situação. Tá complicado conviver com tantas moscas. “, argumenta a aposentada dona Josefa Pereira, moradora do centro da cidade. Segundo ela, o odor do lixo nas ruas é terrível. “Não dá para sair de casa e ficar na calçada. O sol faz o lixo ficar com um cheiro horrível!”

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal, a coleta não está acontecendo periodicamente, como de costume, porque o caminhão que realiza o serviço está quebrado. Ainda segundo a assessoria, o caminhão coletor quebrou três vezes dentro de uma semana.

De acordo com o departamento de obras da prefeitura, a coleta deve ser normalizada a partir de quinta-feira (8).

Idosa é atropelada por caminhão em Mandaguaçu

Na tarde de hoje (10), por volta das 17h45, uma senhora de 72 anos foi atropelada em Mandaguaçu.
O fato aconteceu na rua Sete de Setembro no centro da cidade.

Enerstina Cesare da Silva (72), foi atropelada por um caminhão Volkswagen com placa AXX – 4003 da cidade de  Marialva. De acordo com o motorista Francisco Ambrósio, a idosa estava encostada na parte frontal do caminhão, e que ao sair  com o caminhão não percebeu a presença da idosa e a atropelou.

A idosa morreu na hora. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Maringá.

Caminhão de depósito de construção bate em carro em Mandaguaçu

Acidente ocorreu na Rua João R. Barato no Hiro Vieira

Na manhã de sábado (11), por volta das 9h15, um caminhão colidiu com um automóvel no bairro Hiro Vieira em Mandaguaçu.
O caminhão  Mercedes-Benz 608 do depósito de materiais de construção Gaspar, do distrito de Iguatemi, ao realizar uma manobra em marcha ré, chocou-se com um Chevrolet/Vectra.

Segundo o relato do motorista do Vectra, ele aguardou o caminhão realizar a manobra na via, e acabou sendo surpreendido pela colisão. O automóvel teve os vidros do lado do motorista quebrados. Ninguém ficou ferido.

37 Feridos: Acidente envolve carreta de Mandaguaçu

Na BR 364 na cidade de Nobres no Mato Grosso, às 00h30 da última quinta-feira (21), ocorreu um acidente envolvendo dois veículos de carga e um ônibus.
Um caminhão se acidentou e ficou sobre a pista de rolamento, interditando uma das faixas. O motorista do ônibus do estado de Tocantins para evitar uma colisão invadiu a pista contrária, nesse momento uma carreta com placa de Mandaguaçu – PR, que seguia no sentido do ônibus fez a mesma manobra, mas não consegui frear e colidiu com o ônibus e com o caminhão atravessado na pista. O ônibus foi arremessado para um barranco de aproximadamente 6 metros.
Os motoristas da carreta, Leonil Amancio (43), e do ônibus, Sebastião da Silva Moraes (53) escaparam ilesos do acidente. O motorista do caminhão ficou gravemente ferido. 36 passageiros do ônibus ficaram lesionados, sendo 10 em estado grave.